Hipertensão

hipertensao

Existem muitas pessoas que associam erradamente a palavra hipertensão à tensão excessiva, nervosismo ou stress. No entanto, em termos médicos, hipertensão refere-se à pressão arterial persistentemente alta, independentemente da causa.

Como normalmente não há sintomas durante muitos anos (até algum órgão vital ser lesionado), a hipertensão arterial é frequentemente chamada de “assassina silenciosa”, porque se não é controlada aumenta o risco de problemas, como acidente vascular cerebralaneurismainsuficiência cardíacaataque cardíaco e doença renal crónica.

A pressão arterial em adultos é classificada como pressão arterial normal, elevada, ou hipertensão nível 1 (leve), ou nível 2 (elevado). Em geral, quanto mais elevada for a pressão arterial, maiores serão os riscos de complicações, mesmo dentro do intervalo de pressão arterial normal.

Quando a pressão arterial é medida, dois valores são registados. O valor mais alto reflecte a maior pressão nas artérias, que é alcançada quando o coração se contrai (sístole). O valor mais baixo reflecte a menor pressão nas artérias, que é atingida pouco antes de o coração começar a se contrair novamente (diástole). A pressão arterial é registada como pressão sistólica e pressão diastólica. Por exemplo: 120/80 mm Hg (milímetros de mercúrio).

É frequente não ser poder identificar a causa da hipertensão arterial, mas a maior parte das vezes ela acontece como resultado de um distúrbio subjacente dos rins, ou um distúrbio hormonal.

A obesidade, o sedentarismo, o stress, o tabagismo e a quantidade excessiva de ingestão de álcool ou de sal na alimentação podem desempenhar um papel no desenvolvimento da hipertensão arterial em pessoas que têm uma tendência hereditária para desenvolvê-la.

“A obesidade, o sedentarismo, o stress, o tabagismo e a quantidade excessiva de ingestão de álcool ou de sal na alimentação podem desempenhar um papel no desenvolvimento da hipertensão arterial em pessoas que têm uma tendência hereditária para desenvolvê-la.”

Os médicos fazem o diagnóstico após medirem a pressão arterial em duas ou mais ocasiões e, regra geral, as pessoas são aconselhadas a perder peso, parar de fumar e a reduzir a quantidade de sódio e gorduras em sua dieta, sendo em alguns casos necessário administrar medicamentos anti-hipertensivos.

Fonte: Manual MSD